ASSUMA 50 ANOS | Referência de histórias e lutas




Opinião, por Cláudio Bezerra.

 

Ao ser admitido no quadro técnico-administrativo da Fundação Universidade do Maranhão, nos idos anos de 1974, aos 15 anos, na função de Mensageiro (Office Boy), juntamente com o contrato no regime CLT, assinei também a ficha de associado da ASSUMA. Ainda nesse ano, sob a direção do então presidente José Jorge Martins Viégas, iniciei minha militância, naquele momento limitada apenas a ações de ajuda mútua e eventos sociais, pois o regime do país, à época, não permitia a organização sindical, o que não impedia as manifestações, embora em círculo fechado das insatisfações.

 

Vencido o mandato de José Jorge, foi eleita a senhora Dulce de Jesus Daniel Fonsêca, auditora da Universidade, pessoa de garra, destemida, tendo enfrentado o reitor José Maria Cabral Marques, quando da tentativa de interferência para impedir a aquisição da sede própria no Olho D’água, cujo projeto foi elaborado e encaminhado pelo Prof. Erasmo Campelo, assessor do MEC, para financiamento a fundo perdido.

 

Concretizada a aquisição, a associação tomou novos rumos e a categoria passou ter um lugar privilegiado para as suas reuniões e realização dos seus eventos festivos, deixando de pagar por outros espaços: Grêmio Lítero Recreativo Português, Casino Maranhense, Clube Jaguarema, Círculo Militar e outros.

 

Tive o privilégio de participar de fazer parte dessa diretoria, nesse importante momento, compondo inclusive a Comissão de Licitação para construção da quadra de esportes, juntamente com o Engº Francisco Lucena e outros.

 

Daí em diante os diversos sucessores, cada um a seu modo, deram as suas contribuições – José Francisco, Ribamar Rabelo, Domingos Ferreira, Yomar Jeferson, Josemar Carneiro, José Ribamar Sousa, Maria da Graça Soares, José Ribamar Gonsioroski, Antonio Carlos Leal de Castro (Totó) atual presidente.

 

A ASSUMA é uma importante referência na luta dos trabalhadores da UFMA – é precursora das lutas da categoria para democratização da Universidade e do país, tendo encaminhado a primeira greve geral no ano de 1987.

Filiada a FASUBRA até o ano de 1993, foi o embrião para a organização política sob a direção de Domingos Ferreira, tendo como conseqüência a fundação do SINTEMA em agosto de 1989.

Neste 1º de maio comemoramos duplamente o Dia Internacional de Lutas em Defesa dos Direitos dos Trabalhadores e o cinqüentenário da Associação dos Servidores da Universidade Federal do Maranhão – ASSUMA.

 

Viva os Trabalhadores!

 

Claudio Bezerra, Ex- diretor da ASSUMA.

Post a Comment

Your email is kept private. Required fields are marked *

Receba nossas notícias

Verifique sua caixa de email

em cima da hora:

COMUNICADO | HUPD realiza mutirão de testagem de Covid-19