GREVE GERAL | Trabalhadores em Educação da UFMA aprovam participação nas mobilizações do dia 15 de Maio



Os trabalhadores em educação da UFMA aprovaram durante assembleia geral da categoria, realizada na manhã desta quinta-feira, 9, no Hall do Prédio Castelão, a participação nas atividades da Greve Nacional da Educação, atendendo a orientação da FASUBRA, que está mobilizando a categoria em todas as universidades do país, contra o desmonte da Educação Pública.

 

O presidente do Sintema, Ademar Sena, conduziu os trabalhos do encontro, e encaminhou diversos informes aos trabalhadores presentes. O sindicalista relatou sobre os problemas enfrentados pela edição da MP 873, que altera a forma de contribuição sindical, e informou sobre a conquista de uma Decisão Liminar da Justiça, para continuar procedendo o desconto via consignação em folha.

Sena informou também que a entidade sindical convocará todos os seus filiados para um recadastramento. “Além de atualizarmos o cadastro de nossos associados, reafirmaremos nosso vínculo de representação e luta”, frisou.

 

GREVE GERAL – Durante a discussão do ponto de pauta, o presidente convidou representantes de entidades sindicais presentes para fazer uma avaliação sobre o movimento convocado pelas centrais sindicais para o próximo dia 15 de Maio.

Dirigentes da CTB; SINDSEP-MA; APRUMA; e CSP-CONLUTAS, participaram, com falas sobre a necessidade de reorganização da classe trabalhadora em defesa da Previdência Social, Universidades, Institutos Federais, e da Educação Pública em geral.

“O Paulo Guedes quer economizar bilhões de reais com a isenção do patronato na contribuição social do INSS, mas não manda o Governo Federal cobrar a dívida dos grandes grupos econômicos que devem o dobro do que ele quer economizar”, disse Júlio Guterres, da CTBMA.

O presidente do Sintema avaliou como imperativa a participação da categoria na greve geral. “Ou paramos e resistimos aos ataques, ou sucumbiremos ao sucateamento de nossas carreiras e da universidade pública como um todo”, avaliou Ademar Sena.

AGENDA – Os trabalhadores em educação da UFMA aprovaram a participação em dois movimentos de mobilização que ocorrerão no dia 15 de Maio. O primeiro, pela manhã, às 7h, na entrada principal da Cidade Universitária Dom Delgado, ao lado da APRUMA e estudantes, com o objetivo de mobilizar toda a comunidade universitária para o Ato Unificado da Educação.

 

À tarde, os trabalhadores deverão seguir para a Praça Deodoro, onde, às 15h, haverá um grande Ato Em Defesa da Educação Pública, com a participação de trabalhadores, estudantes e movimentos sociais.

 

Imprensa Sintema.

Post a Comment

Your email is kept private. Required fields are marked *

Receba nossas notícias

Verifique sua caixa de email

em cima da hora:

Greve Nacional da Educação – Dia 13 de agosto todos(as) às ruas!