NACIONAL | Reunião no Ministério da Economia discute pauta específica dos servidores públicos federais



A FASUBRA Sindical e demais entidades do Fonasefe – Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais e do Fonacate – Fórum Nacional Permanente de Carreiras Típicas de Estado participaram, nesta sexta-feira (21), de reunião com o Governo Federal para tratar da pauta da Campanha Salarial e de Reivindicações de 2019, definida pelo conjunto dos servidores.

Tocador de vídeo

 
 
 
 

Esta foi a segunda reunião com o diretor do Departamento de Relações do Trabalho no Serviço Público, ligado ao Ministério da Economia, Cleber Izzo, para debater sobre a pauta específica dos servidores e pouco se avançou até o momento. A primeira reunião foi realizada em março. Izzo afirmou que ainda estão analisando item por item e disse que no final do mês de julho deve ter uma resposta para as entidades. Ele alegou que a pauta é extensa e afirmou que, em relação à IN 02, foi feita uma consulta ao Jurídico e aguarda retorno. O coordenador de negociação, José Borges de Carvalho Filho, também estava presente no encontro.

Outros assuntos debatidos foram: a questão da insalubridade, a campanha salarial, a reestruturação de carreiras, a MP 873/19, a Emenda 95/16, o abono de permanência, a saúde suplementar, a reforma da Previdência, o controle de ponto, entre outros.

Ao final da reunião o coordenador-geral da FASUBRA Antônio Neto cobrou que respondam a solicitação da FASUBRA de reunião somente com os técnico-administrativos em Educação para tratar da pauta específica da categoria e também que façam gestão junto ao MEC (Ministério da Educação) para que recebam a FASUBRA. Toninho explicou que a Federação protocolou diversos ofícios no MEC solicitando audiência e, no entanto, não obteve nenhuma resposta. Izzo solicitou a FASUBRA que envie novamente as cópias dos ofícios aos seus cuidados para que seja agendada a reunião e que ele possa falar com o MEC para que também esteja presente. “Não tem dados novos, mas disseram que amadureceram uma série de questões. Vamos aguardar até julho”, analisou o coordenador-geral da FASUBRA.

Veja a pauta na íntegra.

 

Fonte: Fasubra.

Post a Comment

Your email is kept private. Required fields are marked *

Receba nossas notícias

Verifique sua caixa de email

em cima da hora:

GREVE GERAL | Trabalhadores em Educação da UFMA participam das paralisações do dia 14 de Junho