Órgãos de defesa agropecuária lançam alerta fitossanitário sobre pacote de sementes não solicitado



Semente não deve ser plantada e nem jogada no lixo comum

 

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e a Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (AGED/MA) alertam a população, principalmente agricultores e proprietários rurais, para que tenham cuidado e não abram pacotes e encomendas que contenham sementes, sem que tenham sido solicitados pelo destinatário e tenham chegado por quaisquer meios de transporte de mercadorias e encomendas.

 

A orientação, caso o cidadão não tenha feito compra on-line ou não reconheça o remetente da encomenda, é que leve o pacote à Superintendência Federal de Agricultura do Maranhão (SFA/MA) ou à AGED-MA que tomarão as providências necessárias.

 

Em caso de recebimento do pacote, a diretoria de Defesa e Inspeção Vegetal da AGED recomenda que a embalagem não seja violada, não seja descartada em cursos d’água ou junto ao lixo comum. Orienta-se ainda não plantar ou semear muda ou semente recebidos de origem desconhecida.

 

O fato deve ser imediatamente comunicado na AGED mais próxima ou pelo telefone da Ouvidoria (98) 99132-0441 ou SFA-MA/MAPA (98) 3131-3407.

 

Essas medidas visam proteger o patrimônio fitossanitário brasileiro e maranhense. A importação de vegetais sem autorização pode facilitar a entrada de pragas ou doenças que não existem ou estão erradicadas no país, além de causar prejuízos econômicos.

 

O alerta foi dado pelo Mapa, após em alguns estados brasileiros e outros países, estarem surgindo casos de encomendas com sementes desconhecidas e de origem ainda não identificada. As encomendas foram recebidas, como brindes, através de transportadoras de mercadorias, sem que o destinatário tenha comprado ou solicitado. Os casos estão sendo investigados pelo Ministério da Agricultura do Brasil e de países como Estados Unidos, Canadá e Japão. 

 

Para evitar o risco fitossanitário, o Mapa atua no controle do e-commerce internacional com equipe dedicada a fiscalizar e impedir a entrada de material sem importação autorizada no país.

 

 

Fonte: Agência de Notícias do Governo do Estado do MA.

Post a Comment

Your email is kept private. Required fields are marked *

Receba nossas notícias

Verifique sua caixa de email

em cima da hora:

SINTEMA e ASSUMA abrem a Copa do Servidor 2020