Temer anuncia que vai usar força nacional de segurança para desbloquear estradas



O presidente Michel Temer anunciou em rede nacional que o governo acionou as forças de segurança para liberar as estradas no país. O objetivo é colocar fim à greve dos caminhoneiros que entrou no seu quinto dia e já causa desabastecimento generalizado.

[caption id="attachment_9849" align="alignnone" width="484"] Brazilian truck drivers hold a banner reading “strike” as they block the Regis Bittencourt road, 30 kilometres from Sao Paulo, during the fourth day of strike to protest rising fuel costs in Brazil, on May 24, 2018. / AFP PHOTO / Miguel SCHINCARIOL[/caption]

Na quinta (24), um acordo foi firmado entre representante da categoria e o governo e algumas das exigências atendidas. Porém, a paralisação seguiu nesta sexta (25), com 521 pontos de interdição em todo o país.

O protesto é contra o aumento do preço do diesel, após o produto sofrer 11 reajustes em 17 dias. E também contra a nova política de preços da Petrobras – sistema que institucionalizou os aumentos abusivos.

Temer optou por acionar as forças federais depois de se reunir com ministros. A assessoria do Ministério da Segurança Pública informou que o governo vai publicar um decreto na tarde desta sexta-feira para autorizar o acionamento das forças federais.

Apesar do decreto ainda não ter sido publicado, as Forças Armadas já estão mobilizadas, segundo o governo. As Forças vão esperar a publicação do decreto para iniciar os trabalhos.

Ainda de acordo com a assessoria, as rodovias devem ser totalmente liberadas. Com isso, caminhoneiros manifestantes não poderão ficar nem no acostamento. Os militares vão poder entrar em caminhões, se for o caso, para retirá-los da via.

Segundo assessoria do Ministério da Segurança Pública, as forças federais incluem: Exército, Marinha, Aeronáutica, Força Nacional de Segurança e Polícia Rodoviária Federal (PRF).er.

Os caminhões poderão ser apreendidos e os motoristas, presos. Segundo o governo, a prioridade do desbloqueio é garantir abastecimento de combustível em seis aeroportos e duas termelétricas. Entre os aeroportos, estão Brasília, Recife, Congonhas, Confins e Porto Alegre.

Portal CTB com agências

Post a Comment

Your email is kept private. Required fields are marked *

Receba nossas notícias

Verifique sua caixa de email

em cima da hora:

ATENÇÃO | SINTEMA convoca associados para Assembleia Geral Extraordinária Virtual no próximo dia 7 de julho