TODOS JUNTOS PELO FIM DA COBRANÇA PREVIDENCIÁRIA DOS APOSENTADOS



ARTEPEC5551

A Plenária Nacional Estatutária realizada pela FASUBRA Sindical neste final de semana demonstrou a necessidade de fortalecimento da luta pela aprovação da Proposta de Emenda Constitucional 555/2006, que revoga o dispositivo da Emenda Constitucional 41 – Reforma da Previdência -, acabando com a cobrança de contribuição previdenciária sobre os proventos dos servidores públicos aposentados (Contribuição de Inativos).

A FASUBRA Sindical, em conjunto com outras entidades do funcionalismo público, vem mobilizando a categoria e articulando-se politicamente para exigir a aprovação da PEC. No entanto, as pressões realizadas com várias atividades no Congresso Nacional até agora não foram suficientes para chegarmos a este intento, dado que continua tramitando a passos lentos no Congresso. As ações agora devem ser no sentido de colocar a PEC em pauta no esforço concentrado para que seja aprovada o mais breve possível.

A matéria já está pronta para ir à votação pelo Plenário da Câmara dos Deputados necessitando apenas de vontade política daquela Casa Legislativa para que ela entre na ordem do dia. Toda a tramitação da PEC pode ser acompanhada através do endereço http://www.camara.gov.br/proposicoesWeb/fichadetramitacao?idProposicao=328385.

Assim, a FASUBRA Sindical orienta os sindicatos de base a envidar todos os esforços possíveis para que a PEC entre em votação. Os sindicatos devem procurar os parlamentares nos seus estados, buscar no Facebook a página do deputado e enviar e-mail para pressioná-los a atender o pleito dos aposentados do serviço público, exigindo o fim da cobrança previdenciária dos aposentados.

A listagem com os e-mail para contato com os deputados federais está disponível no endereço de pesquisa da Câmara dos Deputados (http://www2.camara.leg.br/deputados/pesquisa).

Fonte: Fasubra.

Post a Comment

Your email is kept private. Required fields are marked *

Receba nossas notícias

Verifique sua caixa de email

em cima da hora:

Sintema mantém medidas de prevenção à Covid-19 e segue atendendo de forma remota