FSM 2021: FASUBRA participará de atividades e orienta entidades a se inscreverem



No próximo sábado (23/1) inicia o Fórum Social Mundial (FSM) e vai até o dia 31/1. Completando 20 anos desde a primeira edição, este ano o evento será online e terá como principal tema “Como será o mundo no período pós-covid-19?”.

A FASUBRA Sindical participará do FSM e realizará sete oficinas/rodas de conversa, além de uma atividade em conjunto com o Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais (Fonasefe), com temas relevantes para a categoria e para denunciar as ações do governo contra o serviço público, em especial às Instituições Públicas de Ensino Superior e as reformas.

As inscrições já foram abertas e a Federação orienta as entidades de base a se inscreverem para acompanhar os debates. A Direção Nacional (DN) entende que será um momento importante para dialogar com outras entidades e movimentos sociais, na busca de maior interação para disputar e derrotar os projetos do governo. Se inscreva no link: https://join.wsf2021.net/

Confira as atividades que serão promovidas pela FASUBRA/Fonasefe:

𝟐𝟓/𝟏 (𝐬𝐞𝐠𝐮𝐧𝐝𝐚-𝐟𝐞𝐢𝐫𝐚, à𝐬 𝟏𝟕𝐡) 𝐑𝐨𝐝𝐚 𝐝𝐞 𝐜𝐨𝐧𝐯𝐞𝐫𝐬𝐚 𝐜𝐨𝐦 𝐨 𝐭𝐞𝐦𝐚 “𝐎 𝐩𝐚𝐩𝐞𝐥 𝐝𝐚𝐬 𝐦𝐮𝐥𝐡𝐞𝐫𝐞𝐬 𝐧𝐚 𝐥𝐮𝐭𝐚 𝐩𝐞𝐥𝐚 𝐝𝐞𝐦𝐨𝐜𝐫𝐚𝐜𝐢𝐚”

A Coordenação da Mulher Trabalhadora debaterá o protagonismo das mulheres nas lutas sociais no Brasil e no mundo recentemente, desde a ocupação das ruas em 2016 nos EUA contra a posse de Trump, o #EleNao no Brasil e demais manifestações de buscas de direitos que revelam que a centralidade do gênero nas discussões de partidos, sindicatos e movimentos muda a conjuntura. Debater também que, apesar de avanços, a luta contra a violência contra as Mulheres é central, haja visto o crescente aumento durante a pandemia.

𝟐𝟔/𝟏 (𝐭𝐞𝐫ç𝐚-𝐟𝐞𝐢𝐫𝐚, à𝐬 𝟏𝟎𝐡) 𝐌𝐞𝐬𝐚 “𝐓𝐫𝐚𝐛𝐚𝐥𝐡𝐚𝐝𝐨𝐫𝐞𝐬 𝐝𝐨𝐬 𝐒𝐞𝐫𝐯𝐢ç𝐨𝐬 𝐏ú𝐛𝐥𝐢𝐜𝐨𝐬 𝐅𝐞𝐝𝐞𝐫𝐚𝐢𝐬 𝐧𝐚 𝐥𝐮𝐭𝐚 𝐩𝐞𝐥𝐚 𝐝𝐞𝐦𝐨𝐜𝐫𝐚𝐜𝐢𝐚 𝐞 𝐚 𝐕𝐢𝐝𝐚” – 𝐅𝐎𝐍𝐀𝐒𝐄𝐅𝐄.

O Sindicato dos Trabalhadores da Fiocruz (ASFOC) indicará dois especialistas sobre vacinas e epidemiologia para participar da atividade.

𝟐𝟔/𝟏 (𝐭𝐞𝐫ç𝐚-𝐟𝐞𝐢𝐫𝐚, à𝐬 𝟏𝟕𝐡) 𝐎𝐟𝐢𝐜𝐢𝐧𝐚 “𝐎𝐬 𝐝𝐞𝐬𝐚𝐟𝐢𝐨𝐬 𝐝𝐨 𝐭𝐫𝐚𝐛𝐚𝐥𝐡𝐚𝐝𝐨𝐫/𝐭𝐫𝐚𝐛𝐚𝐥𝐡𝐚𝐝𝐨𝐫𝐚 𝐝𝐞𝐟𝐢𝐜𝐢𝐞𝐧𝐭𝐞 𝐞 𝐚 𝐫𝐞𝐚𝐥𝐢𝐝𝐚𝐝𝐞 𝐢𝐦𝐩𝐨𝐬𝐭𝐚 𝐩𝐞𝐥𝐚 𝐩𝐚𝐧𝐝𝐞𝐦𝐢𝐚”.

A Coordenação de Políticas Sociais e Gênero discutirá as dificuldades enfrentadas pelo trabalhador/trabalhadora deficiente no processo de inclusão no mundo do trabalho: serviço público.

𝟐𝟕 / 𝟏 (𝐪𝐮𝐚𝐫𝐭𝐚-𝐟𝐞𝐢𝐫𝐚, à𝐬 𝟏𝟒𝐡) 𝐀𝐭𝐢𝐯𝐢𝐝𝐚𝐝𝐞 “𝐔𝐦 𝐨𝐥𝐡𝐚𝐫 𝐧𝐞𝐠𝐫𝐨 𝐧𝐚 𝐄𝐝𝐮𝐜𝐚çã𝐨”.

A Coordenação de Raça e Etnia debaterá sobre a presença e atuação dos negros nas Instituições Públicas de Ensino Superior. Jupiara Castro – técnica-administrativa em educação e representante da FASUBRA Sindical no Conselho Nacional de Saúde (CNS) é uma das convidadas.

𝟐𝟕/𝟏 (𝐪𝐮𝐚𝐫𝐭𝐚-𝐟𝐞𝐢𝐫𝐚, à𝐬 𝟏𝟕𝐡) 𝐎𝐟𝐢𝐜𝐢𝐧𝐚 “𝐀 𝐝𝐞𝐦𝐨𝐜𝐫𝐚𝐜𝐢𝐚 𝐧𝐚𝐬 𝐈𝐧𝐬𝐭𝐢𝐭𝐮𝐢çõ𝐞𝐬 𝐏ú𝐛𝐥𝐢𝐜𝐚𝐬 𝐝𝐞 𝐄𝐝𝐮𝐜𝐚çã𝐨 𝐬𝐨𝐛 𝐚 ó𝐭𝐢𝐜𝐚 𝐝𝐚𝐬 𝐭𝐫𝐚𝐛𝐚𝐥𝐡𝐚𝐝𝐨𝐫𝐚𝐬 𝐞 𝐭𝐫𝐚𝐛𝐚𝐥𝐡𝐚𝐝𝐨𝐫𝐞𝐬 𝐭é𝐜𝐧𝐢𝐜𝐨-𝐚𝐝𝐦𝐢𝐧𝐢𝐬𝐭𝐫𝐚𝐭𝐢𝐯𝐨𝐬 𝐞𝐦 𝐞𝐝𝐮𝐜𝐚çã𝐨”.

A Coordenação de Educação discutirá os ataques a democracia interna nas Instituições Públicas de Educação na visão das trabalhadoras e trabalhadores técnico-administrativos em educação.

𝟐𝟖/𝟏 (𝐪𝐮𝐢𝐧𝐭𝐚-𝐟𝐞𝐢𝐫𝐚, à𝐬 𝟏𝟕𝐡) 𝐃𝐞𝐛𝐚𝐭𝐞 “𝐀𝐮𝐭𝐨𝐧𝐨𝐦𝐢𝐚 𝐔𝐧𝐢𝐯𝐞𝐫𝐬𝐢𝐭á𝐫𝐢𝐚 𝐞 𝐨 𝐄𝐬𝐭𝐚𝐝𝐨 𝐪𝐮𝐞 𝐪𝐮𝐞𝐫𝐞𝐦𝐨𝐬”.

A Coordenação-Geral denunciará os ataques do governo Bolsonaro à autonomia universitária e fará o debate da reconstrução do Estado brasileiro sob a ótica dos trabalhadores e trabalhadoras.

𝟐𝟗/𝟏 (𝐬𝐞𝐱𝐭𝐚-𝐟𝐞𝐢𝐫𝐚, à𝐬 𝟏𝟕𝐡) “𝐀 𝐫𝐞𝐥𝐚çã𝐨 𝐝𝐨𝐬 𝐚𝐩𝐨𝐬𝐞𝐧𝐭𝐚𝐝𝐨𝐬 𝐞 𝐚𝐬 𝐩𝐨𝐥í𝐭𝐢𝐜𝐚𝐬 𝐝𝐨 𝐠𝐨𝐯𝐞𝐫𝐧𝐨 𝐟𝐞𝐝𝐞𝐫𝐚𝐥”.

A Coordenação dos Aposentados e Assuntos de Aposentadoria tratará da perda de direitos após a aposentadoria dos trabalhadores e trabalhadoras do Serviço Público no Brasil. A atividade contará com a presença do assessor jurídico da FASUBRA, Luiz Fernando.

𝟑𝟎/𝟏 (𝐬á𝐛𝐚𝐝𝐨, à𝐬 𝟏𝟕𝐡) “𝐀 𝐥𝐮𝐭𝐚 𝐝𝐚 𝐜𝐨𝐦𝐮𝐧𝐢𝐝𝐚𝐝𝐞 𝐋𝐆𝐁𝐓𝐈 𝐧𝐚 𝐜𝐨𝐧𝐬𝐭𝐫𝐮çã𝐨 𝐝𝐚 𝐝𝐞𝐦𝐨𝐜𝐫𝐚𝐜𝐢𝐚 𝐛𝐫𝐚𝐬𝐢𝐥𝐞𝐢𝐫𝐚: 𝐚 𝐨𝐫𝐠𝐚𝐧𝐢𝐳𝐚çã𝐨 𝐧𝐚𝐬 𝐈𝐧𝐬𝐭𝐢𝐭𝐮𝐢çõ𝐞𝐬 𝐏ú𝐛𝐥𝐢𝐜𝐚𝐬 𝐝𝐞 𝐄𝐧𝐬𝐢𝐧𝐨”.

A Coordenação LGBTI discutirá a organização da comunidade LGBTI nas instituições de educação e sua relação com a sociedade. Izabel Cristina Firmino, técnica de enfermagem do Hospital Universitário Antônio Pedro/Universidade Federal Fluminense e coordenadora do SINTUFF e José Olivir de Freitas Junior, técnico-administrativo da Universidade Federal do Paraná (UFPR) e coordenador da FASUBRA são convidados.

O FSM é responsável por promover políticas públicas em diversos países. Na programação estão cinco painéis temáticos: Paz e Guerra; Justiça Econômica; Educação, Comunicação e Cultura; Feminismo, Sociedade e Diversidade; Povos Originários e Ancestrais; Justiça Social e Democracia; e Clima, Ecologia e Meio Ambiente. No dia 30/1 ocorrerá as assembleias dos movimentos e no dia do encerramento, 31/1, serão definidas as lutas sociais para o próximo período.

Confira mais detalhes da programação na página do FSM: https://wsf2021.net/.

#FSM2021
#FASUBRASindical
#ForaBolsonaroeMourão
#VacinaçãoGeralJá
#OMundoPósCovid

Post a Comment

Your email is kept private. Required fields are marked *

Receba nossas notícias

Verifique sua caixa de email

em cima da hora:

Nota de Esclarecimento | Sintema, Assuma, AAUFMA e Sindufma