CONTRA AS REFORMAS E PELO FORA TEMER, É HORA DE OCUPAR AS RUAS!



Arte---Ocupa-Braslia web

Após a notícia publicada pelo jornal O Globo, na noite do dia 17, vários manifestantes foram às ruas em diversas capitais do país, exigir o Fora Temer! Segundo a matéria do jornal, os donos do grupo JBS, maior companhia de carne bovina do mundo, delataram à Procuradoria-Geral da República (PGR), uma gravação em que o presidente Michel Temer (PMDB-SP) autoriza a compra do silêncio do deputado cassado e ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que está preso na operação Lava Jato.

 Imediatamente, após tomar conhecimento da matéria, os presidentes da Câmara e do Senado, aliados de Temer, suspenderam as respectivas sessões. Os deputados da oposição levantaram a denúncia em plenário e cobraram de Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Casa, a instalação de uma comissão para analisar o impeachment de Temer.

 Com este cenário de instabilidade no governo e em sua base, abre-se uma nova janela na conjuntura de grandes chances para derrotarmos o governo nas votações das reformas. Pois, não há um clima favorável, na base de Temer, para que esta pauta tramite de forma tranquila diante de uma denúncia desta magnitude.

 Temer tenta passar imagem de tranquilidade, em nota dizendo, que esta denúncia não tem relação com sua atuação no governo e que segue a agenda normalmente. Mas, caso seja comprovada a participação do presidente Temer no episódio da JBS, sobre  o silêncio de Eduardo Cunha na prisão, esse fato configura crime de responsabilidade, abrindo caminho para um impeachment.

 Neste momento, é fundamental que os trabalhadores ocupem as ruas das cidades, dos estados para exigir a saída do governo, que já não tem nenhuma legitimidade para comandar o país! Atos como os que aconteceram ontem devem ser ampliados e ecoar no dia 24 de maio, no Ato #OCUPA BRASÍLIA. É necessário construir a greve geral de 48 horas para acelerar a queda deste governo, e derrotar de vez as Reformas da Previdência e Trabalhista.

 Por fim, tudo indica que Temer não fica na presidência da república, sendo assim, não aceitaremos eleições indiretas, o congresso nacional não tem moral para eleger outro presidente. Que o povo decida, através de eleições diretas e gerais já!

A FASUBRA reforça a convocação às entidades de base, para mobilizar toda a Categoria dos Trabalhadores Técnico-Administrativos em Educação,  e organizar caravanas para ocuparmos Brasília no dia 24, contra as reformas e FORA TEMER!

 NENHUM DIREITO A MENOS!

FORA TEMER!

 Direção Nacional FASUBRA Sindical

Post a Comment

Your email is kept private. Required fields are marked *

Receba nossas notícias

Verifique sua caixa de email

em cima da hora:

Presidente do Sintema convoca diretoria para reunião ordinária nesta quinta (21)